Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

CITAÇÃO DO DIA

“A única arma para melhorar o planeta é a Educação com ética. Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da pele, por sua origem, ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar.” (NELSON MANDELA)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

IMPULSIONADA PELO REFIS, ARRECADAÇÃO SOBE 8,6% EM SETEMBRO, PARA R$ 105 BILHÕES
A arrecadação federal - que inclui impostos, contribuições federais e outras receitas como royalties pagos ao governo por empresas que exploram petróleo no país -, totalizou R$ 105,59 bilhões em setembro, informou a Secretaria da Receita Federal.
·     Na comparação com o resultado da arrecadação de setembro do ano passado, houve um aumento real, ou seja, após descontada a inflação, de 8,66%.
·      Trata-se do melhor resultado para meses de setembro desde 2015 (R$ 105,93 bilhões).
·       Esse também foi o segundo mês seguido de alta real da arrecadação.
Os números da Receita Federal mostram que os valores arrecadados com o novo programa de parcelamento do governo, conhecido como Refis, ajudaram na arrecadação do mês passado. De acordo com o Fisco, foram arrecadados R$ 3,4 bilhões com estes parcelamentos em setembro. O prazo de adesão, que acabava no fim de setembro, foi prorrogado paro final de outubro. O resultado geral da arrecadação também teve ajuda das receitas do governo com royalties do petróleo, que avançaram 7,52% em termos reais, em setembro, para R$ 1,7 bilhão.
Em setembro, a arrecadação da chamada "receita administrada", que inclui impostos e contribuições federais, teve alta real de 8,68% (em parte por conta do Refis), para R$ 103,89 bilhões. As comparações foram feitas com agosto do ano passado. 

O crescimento da arrecadação também acontece em um momento de reativação da economia brasileira. Após recessão nos dois últimos anos, a economia voltou a crescer nos três primeiros meses deste ano e continuou avançando no segundo trimestre de 2017. Ações como a redução da taxa básica de juros da economia pelo Banco Central, com reflexo nas taxas de juros bancárias, e a liberação das contas inativas do FGTS ajudaram a impulsionar a economia nos últimos meses, segundo analistas.
ACUMULADO DO ANO
Os números do Fisco mostram que a arrecadação também registrou crescimento no acumulado dos nove primeiros meses do ano. Neste período, a arrecadação federal avançou 2,44% em termos reais, para R$ 968,33 bilhões. Foi melhor do que no ano passado, mas ficou abaixo do patamar do mesmo período de 2015. De acordo com a Receita Federal, a alta da arrecadação está em linha com os indicadores econômicos, que registraram aumento da atividade de janeiro a setembro deste ano. Nos nove primeiros meses deste ano, a produção industrial avançou 1,36%, as vendas de bens e serviços cresceram 0,68% e a massa salarial avançou 2,55%. Já o valor em dólar das importações cresceu 9,9%. Na parcial de 2017, a arrecadação do Refis também contribuiu para ajudar a arrecadação. Neste período, R$ 10,98 bilhões foram arrecadados, contra R$ 1,24 bilhão (parcelamento da dívida ativa) no mesmo período do ano passado.
META FISCAL
O comportamento da arrecadação é importante porque ajuda o governo a tentar cumprir a meta fiscal, ou seja, o objetivo fixado para as contas públicas. Para 2017 e 2018, a meta revisada pelo Congresso Nacional, a pedido da equipe econômica, é de déficit (resultado negativo) de até R$ 159 bilhões. No ano passado, o rombo fiscal somou R$ 154,2 bilhões, o maior em 20 anos. Em 2015, o déficit fiscal totalizou R$ 115 bilhões. A consequência de as contas públicas registrarem déficits fiscais seguidos é a piora da dívida pública e mais pressões inflacionárias.

A LIGAÇÃO ENTRE COLISÃO DE ESTRELAS MORTAS, ONDAS GRAVITACIONAIS E A ORIGEM DO OURO
Cientistas anunciaram ter conseguido registrar pela primeira vez as ondas gravitacionais emitidas pelo choque de duas estrelas mortas (ou estrelas de nêutrons). A colisão ocorreu há 130 milhões de anos, quando dinossauros ainda habitavam a Terra, mas as ondas gravitacionais resultantes do processo só agora chegaram a nós. Mais do que isso, essas fusões de estrelas mortas levam à produção do ouro e da platina existentes no Universo, confirmaram cientistas.
"Vimos a história ocorrendo bem diante dos nossos olhos: duas estrelas de nêutrons se aproximando, se aproximando... virando cada vez mais rapidamente uma para outra, colidindo e espalhando resíduos por todos os lados", disse à agência AFP o pesquisador Benoit Mours, do instituto francês CNRS. Acredita-se que grande parte dos elementos pesados do Universo - como o ouro e a platina, mas também o urânio e o mercúrio - seja resultante desse fenômeno.
“Este é o relógio de ouro do meu bisavô. Tem cerca de 100 anos. O ouro neste relógio muito provavelmente foi produzido pelo choque de duas estrelas mortas há bilhões de anos atrás, não sabemos exatamente quando. É uma descoberta realmente incrível”, diz David Reitze, diretor-executivo do projeto Ligo. O maior diferencial é que o evento foi registrado primeiro pelas ondas gravitacionais resultantes - que são como perturbações na constituição do espaço-tempo geradas por eventos violentos - e, depois, pelas emissões de luz em muitos comprimentos de onda distintos (de raios-gama até ondas de rádio) ao longo de dias. Essa combinação de observações nunca havia sido possível antes e oferece novos entendimentos sobre a atuação de estrelas de nêutrons. "Essas estrelas são um laboratório de física extrema: é um material exótico, rico em nêutrons; e, quando são desmembradas, gera-se radiação exótica (...) que produz elementos como o ouro. É algo muito empolgante", explica o astrônomo inglês Martin Rees.

WHATSAPP VAI GANHAR COMPARTILHAMENTO DE LOCALIZAÇÃO EM TEMPO REAL
WhatsApp anunciou um novo recurso que permite compartilhar a sua localização em tempo real. A função usa criptografia de ponta-a-ponta (leia mais sobre o método de segurança) e permite determinar por quanto tempo sua posição atual pode ser acompanhada por familiares, amigos e outros contatos. A novidade será disponibilizada para dispositivos Android e iOS nas próximas semanas.
ONDE EU ESTOU?
O WhatsApp já tem compartilhamento de localização, mas o novo recurso permite seguir o deslocamento do usuário pelo tempo determinado, que vai de 15 minutos a 8 horas. De acordo com a empresa, é possível encerrar o compartilhamento da posição atual a qualquer momento, ou simplesmente esperar que o contador se expire. No entanto, o WhatsApp alerta que "se mais de uma pessoa compartilhar sua localização em um grupo, todas as localizações aparecerão no mesmo mapa".

COLÍRIO DO BLOG

DÉBORA SANTOS” É UM CINTILANTE COLÍRIO DOSADO EM SEIS GOTAS
A modelo Débora Santos que estampa a capa da revista Sexy do mês de outubro, causou frisson nos fotógrafos e convidados que a aguardavam na festa de lançamento da revista, em São Paulo. Débora chegou usando um vestido de tela com pedrarias, deixando à mostra além do esperado. “Era o meu momento, a minha festa e, confesso não ter ficado nem um pouco preocupada com o que estaria ‘descoberto’, era um vestido que não ‘permitia’ usar nada por baixo e eu também não gosto de usar. Quem viu, viu. Não viram nada diferente da revista”, disparou a beldade. A morena que acabou de levar a faixa do Atlético PR no concurso Musa do Brasileirão 2017.






Fonte: Revista Sexy de Outubro/2017.

EFEITOS COLATERAIS DO COLÍRIO DO BLOG
Aumento da frequência cardíaca, falta de ar e insônia.

PRECAUÇÕES
O uso prolongado pode causar dependência. Se persistirem os sintomas, consulte um médico.

CAUSOS DO BLOG

DAMAS DE ALTO VALOR
por Geraldo Duarte*

Rio de Janeiro. Largo da Carioca. Década de cinquenta do século passado. Igual ao hoje, objetos apreendidos pela aduana eram leiloados.
Um pertinaz contrabandista, matreiramente, facilitou que carga de sua propriedade fosse apreendida pela Alfândega. Não pagou os impostos, nem tampouco reclamou a devolução.
Tratava-se de um lote especial, contendo dez mil baralhos luxuosos, de fabricação inglesa.
A mercadoria foi a leilão e conhecida firma da época arrematou-a, a um preço baixíssimo, em relação ao praticado na praça. Irrisórios 10 cruzeiros, moeda vigente naquele tempo, por unidade.
Passados alguns dias, o muambeiro procurou o adquirente e, depois de longas conversas sobre assuntos mercantis outros, passou a comentar acerca do produto adquirido em hasta pública.
Manifestou grande desejo pela compra da totalidade dos jogos de cartas, com pagamento no ato e retirada imediata, desde que a uma quantia justa.
O lojista contente, acreditando conseguir bom lucro, fácil e rápido, de pronto interessou-se e apresentou a oferta de 20 cruzeiros cada.
O ardiloso e fingido comprador meneou a cabeça. Consultou as horas no relógio de algibeira e fez uma contraproposta deveras absurda. “Ofereço a importância de 5 cruzeiros por artigo!”. Veio o retrucar de forma quase grosseira. “O senhor é louco? Como posso aceitar o seu oferecimento se terei um prejuízo de 50.000 cruzeiros?”.
O espertalhão pediu calma e disse ter nova e, talvez, melhor propositura para o comerciante. “Vendo-lhe 10.000 damas de ouros, ao custo unitário de 10 cruzeiros. Assim, o senhor completa seus baralhos!”.
Damas de alto valor...

 (*) Geraldo Duarte é advogado, administrador e dicionarista.

SUA CIDADE NO PASSADO

SOBRAL-CE NOS ANOS 70
Uma antiga imagem do Arco do Triunfo em Sobral-CE nos meados finais da década de 1970.

CIRCULA NA INTERNET

CASAL CONSEGUE RECUPERAR ANEL DE DIAMANTE JOGADO ACIDENTALMENTE NO LIXO EM NY 

O departamento de coleta de lixo de Nova York recuperou um anel de diamantes de 3 quilates que tinha sido acidentalmente jogado no lixo. Ashlee Palacio, moradora de Manhattan, disse à imprensa local que dormiu com o anel de noivado no dedo e, ainda meio sonolenta, deixou-o ao lado de alguns papéis de doces já comidos. No dia seguinte, acidentalmente, jogou o anel fora junto com as embalagens. Mike Diamond, seu noivo, ficou chocado com a notícia. Mas o casal logo chamou o Departamento Sanitário. Diamond e três amigos, então, colocaram roupas protetoras e, na semana passada, foram vasculhar o conteúdo do caminhão de lixo da região. Eles demoraram 15 minutos para achar o anel. O departamento tuitou uma foto do anel resgatado.

IMAGEM DO DIA

Uma belíssima imagem em Fortaleza-CE-Brasil, clicada pelas lentes do competente amigo Genário Freire.

PIADA DO BLOG

PORTUGUÊS TOMANDO BANHO
Manuel está tomando banho, e grita para Maria:
- Ô Maria, me traz um xampu.
E Maria lhe entrega o xampu. Logo em seguida, ele grita novamente:
- Ô Maria, me traz outro xampu.
- Mas eu já te dei um agorinha mesmo, homem!
- É que aqui está dizendo que é para cabelos secos, e eu já molhei os meus.

TEXTO DO BLOG

TECNOLOGIA E CONFIGURAÇÕES FAMILIARES
    
por Nahman Armony*

Antigamente o pai saía para trabalhar e a mãe ficava cuidando do lar. Suas tarefas se resumiam, basicamente, a atenção à casa e aos filhos. Estes se beneficiavam de uma atenção constante. Embora o pai estivesse ausente de oito a dez horas por dia (estou falando dos bons tempos em que as pessoas não se matavam de trabalhar), sua presença ficava assegurada pelo contato permanente com a mãe, que lhe fazia um relatório no final do dia. Havia uma estabilidade que fazia da família um ambiente de acolhimento e segurança. Nessa configuração de antanho o pai era a figura dominante, o patriarca, aquele que tinha direito (exagerando um pouco as coisas, é claro) de vida e de morte sobre a esposa e os filhos. A mulher, submissa, acatava, por mais que lhe custasse em sofrimento e saúde, as determinações do marido. Certamente não era um mundo ideal, pois havia muitos não-ditos, muita repressão e consequentemente muita neurose. O que se ganhava era previsibilidade e estabilidade.
Mas os tempos mudaram. As mulheres conquistaram mais independência e sua voz se fez presente. Se paga, porém, o preço de uma menor estabilidade e previsibilidade. Tanto o pai quanto a mãe se ausentam do lar para trabalhar e variados arranjos têm de ser feitos para atender às necessidades e preencher o tempo dos filhos. O cotidiano transformou-se numa roda-viva. Os pais, inseguros quanto ao futuro, entopem as crianças de cursos e entram em competição desenfreada com seus colegas de trabalho. Sobrecarregados de tarefas, chegam em casa esgotados, ansiosos, mal-humorados, com os filhos já dormindo e o parceiro também estafado. Todos — homem, mulher, crianças e sociedade — ficam prejudicados. A loucura provocada pelo excesso de trabalho — que mereceu o nome de síndrome de burnout, expressão em inglês para aquilo que deixa de funcionar por falta de energia — começa a ser preocupação dos estudiosos e foi abordada, recentemente, em São Paulo, no II Congresso Brasileiro da Família. Está claro que para vencer o problema é preciso transformar a mentalidade corrente. O estímulo ao consumo provoca uma avidez que reforça a enorme importância dada à capacidade de ganhar dinheiro. Assim, o trabalho é posto em primeiro lugar — e esse primeiro lugar facilmente se transforma num lugar absolutamente dominante. Contribui para tal distorção o abissal valor que se dá ao sucesso e o consequente desdém por aqueles que não exibem sinais de riqueza. A palavra sucesso, na verdade, transformou-se em uma estrela-guia que cega as pessoas para as amenidades da vida, tão necessárias ao equilíbrio emocional. Alcançá-lo exige uma aplicação que devora todo o tempo que poderia ser dedicado ao amor, ao lazer, à família. Aquele que escolhe trabalhar menos, ganhar menos e se beneficiar de uma vida intelectual, muscular e afetiva mais rica é tido como perdedor (looser). A estabilidade da família, afetada por essa maneira de viver é agravada pela dificuldade em assimilar a grande mudança sociológica provocada pelas conquistas da mulher. A estabilidade baseada no sacrifício do contingente feminino da sociedade está em extinção. A mulher, hoje, exige ser ouvida e respeitada — e as diferenças devem ser negociadas de igual para igual nos relacionamentos. Mesmo quando a paixão passa por cima das dificuldades provocadas por essa mudança, em algum momento elas aparecem e precisam ser enfrentadas. O medo do enfrentamento pode reforçar o apego ao trabalho duro e sem tréguas — por parte de ambos os sexos —, fortalecendo a aderência da pessoa ao sucesso e afastando-a do bálsamo proporcionado pela vida amorosa, estética e lúdica. Indivíduos e sociedade estão sofrendo nesse período de transição que estamos vivendo. Quanto maior a abertura para o novo menor e mais suportável será o sofrimento.

(*) Nahman Armony, médico psicanalista, é membro da Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle (Spid), do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro e da Federação Internacional das Sociedades Psicanalíticas. Publicou, entre outros livros, Borderline: Uma Outra Normalidade. E-mail: nahman@uol.com.br

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

DICAS DE SEGURANÇA

O Blog do Borjão disponibiliza hoje mais 02 (duas) "Dicas de Segurança" com a colaboração do amigo Coronel Evaldo Carvalho para o devido conhecimento do nosso Web leitor.

CITAÇÃO DO DIA

“Hoje é o momento de você brilhar. Hoje é o momento de você viver todas as suas metas e compromissos para ser o melhor que consegue ser, enchendo a sua vida de riqueza genuína. Se você deixar ser levado pelos seus desapontamentos do passado ou se preocupar com o futuro, você se nega a viver a plenitude do presente. Aprenda tanto com os desapontamentos quanto com os seus sucessos.  Ajuste sua visão para construir um futuro mais positivo e use tudo o que você tem neste momento para fazer o que necessita ser feito e transformar a sua vida. Agora é o momento em que você tem total controle. Viva assim com todo amor, foco, coragem e compromisso que você pode reunir. Ponha tudo o que tem de melhor para viver inteiramente como você imagina. Encha seu espírito com energia. Faça um real impacto positivo em seu mundo!  Você pode começar agora mesmo e, a partir deste instante, estará caminhando numa estrada que o levará à realização do seu maior sonho e desejo. Não deixe o momento presente ser desperdiçado com futilidade. Agora é o tempo de agir. Independentemente do que você deseja fazer, comece hoje!”      (RIVALCIR LIBERATO)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

GOVERNO VÊ 'JANELA' PARA REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM 2017, DIZ MINISTRO
O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, avaliou nesta semana em audiência no Tribunal de Contas da União (TCU), que ainda há uma "janela" para fazer a reforma da Previdência neste ano, após a análise da denúncia contra o presidente Michel Temer. "Nesse ano acho que tem uma janela, assim que voltar a denúncia. Abre uma janela de pauta. Se ficar para o ano que vem, não tem nenhuma possibilidade", declarou. Segundo ele, quanto mais rápido se fizer a reforma da Previdência, mais suave ela pode ser. Se demorar mais, acrescentou, a reforma terá de ser "mais dura". Apesar de admitir que o espaço político para tocar essa reforma em 2017 é "pequeno", Oliveira disse que o atual governo, por não ter pretensões de reeleição, está disposto a enfrentar o debate nessa reta final do ano. "Nossa agenda é nos concentramos nas reformas que o país precisa", declarou. De acordo com o ministro, é "inevitável" que se faça uma reforma da Previdência Social. Ele acrescentou que não há "plano B". "Se digo que tem plano B, esquecem o plano A", afirmou. Para ele, não há desenvolvimento social sem equilíbrio econômico do Estado. "Estado quebrado não é um ambiente para um crescimento econômico", concluiu. Mais cedo, o ministro afirmou que com o aumento de gastos obrigatórios, principalmente os previdenciários, o governo está perdendo "capacidade gerencial" de atender às reais necessidades da população. O Congresso discute proposta do governo Michel Temer para a reforma da Previdência. Um texto alterado pelo relator, deputado Arthur Maia (PPS-BA), chegou a ser aprovado na comissão especial sobre o assunto. Entretanto, desde a eclosão de denúncias envolvendo o presidente Michel Temer, em maio deste ano, o tema está parado no Legislativo. Para o secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida, não fazer a reforma agora não será o "fim do mundo". "Mas, se não conseguirmos, tenho absoluta certeza que será a primeira reforma do próximo governo. É uma reforma de Estado", declarou. Segundo ele, quanto mais cedo a reforma da Previdência sair, será melhor para o próximo governo.

ISRAEL DESCOBRE PARTE OCULTA DO MURO DAS LAMENTAÇÕES
Arqueólogos israelenses apresentaram nesta semana uma parte oculta do Muro das Lamentações descoberta recentemente e os vestígios do primeiro edifício público romano encontrado na Cidade Velha de Jerusalém. O arqueólogo Joe Uziel, que participou das escavações, afirmou que ele e seus colegas sabiam da existência de uma parte não descoberta do Muro das Lamentações e esperavam encontrar uma rua romana em sua base. "Mas à medida que cavávamos, fomos percebendo que não conseguíamos encontrar a rua. Em vez disso, descobrimos um edifício circular", declarou à imprensa no lugar da descoberta. "Percebemos que, na verdade, estávamos descobrindo uma estrutura do tipo teatro (romano)", acrescentou Uziel. O uso de carbono 14 e outros métodos de datação permitiu determinar que o edifício remonta ao século II ou III da nossa era, mas sua construção nunca foi concluída. A autoridade de Antiguidades israelense, que realizou as escavações durante dois anos, detalhou que várias fontes históricas mencionam o edifício, mas foi necessário um século e meio de pesquisas arqueológicas modernas para encontrá-lo. A parte do Muro das lamentações descoberta tem 15 metros de largura e oito de altura. As pedras utilizadas em sua construção estão bem preservadas, embora o conjunto tenha permanecido debaixo de oito metros de terra durante 17 séculos, detalhou a autoridade. O Muro das Lamentações é o único vestígio de um muro de contenção do Segundo Templo judaico de Jerusalém destruído pelos romanos no ano 70 de nossa era. Junto a essa construção se estende o Monte do Templo, o lugar mais sagrado do judaísmo, conhecido como Esplanada das Mesquitas pelos muçulmanos, que o consideram o terceiro lugar mais sagrado da sua religião. A Cidade Velha se encontra em Jerusalém Oriental, área controlada por Israel desde 1967.

TWITTER ANUNCIA REGRAS MAIS DURAS PARA COMBATER ASSÉDIO SEXUAL
O Twitter anunciou regras mais duras para regular postagens que contenham "nudez não consensual" e mensagens de assédio. A medida é uma intensificação da luta contra a agressão sexual em meio ao escândalo de abuso protagonizado pelo produtor de Hollywood Harvey Weinstein. As novas regras começarão a ser aplicadas nas próximas semanas, informou o Twitter nesta semana. A rede social "suspenderá imediatamente e de forma permanente qualquer conta identificada como a fonte original de nudez não consentida e/ou usuários que claramente estão publicando informação para assediar alguém", afirma o comunicado. O Twitter define "nudez não consensual" como "conteúdo com imagens debaixo de saias" ou "conteúdo de câmeras ocultas", entre outros. Como as pessoas que aparecem nestas imagens "frequentemente não sabem que o material existe, não vamos exigir uma notificação da vítima para removê-lo", explica o comunicado. O Twitter também indicou que as conversas com teor sexual e a troca de publicações sexuais será "inaceitável" e prometeu adotar ações quando for notificado.
ATRIZ TEVE CONTA SUSPENSA
As medidas seguem uma promessa feita na última sexta (13/9) pelo cofundador do grupo Jack Dorsey e são anunciadas após a revolta provocada pela suspensão temporária da conta de Rose McGowan, uma das atrizes que acusou Harvey Weinstein de agressão sexual. A conta foi suspensa depois que McGowan fez uma postagem contra o ator Ben Affleck, que, segundo ela, mentiu ao afirmar que não sabia do histórico abusivo de Weinstein. A rede social afirmou que a suspensão aconteceu porque a atriz rompeu as regras ao publicar um número de telefone pessoal. O famoso produtor de Hollywood foi demitido do cargo de codiretor da The Weinstein Company há 10 dias e renunciou ao conselho de administração da empresa, da qual está completamente afastado. Quase 40 atrizes, incluindo Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Mira Sorvino, afirmaram que foram assediadas sexualmente pelo produtor. O escândalo também provocou reações nas redes sociais, onde mulheres de todo o mundo revelaram casos de assédio e agressões. 

ARTE NO BLOG

A ARTE DE MARGOT CARVALHO – PARTE 03 

Professora, artista plástica, escritora, poetisa e cronista. Como artista plástica, é autodidata. Seu  trabalho é feito em óleo sobre tela e espatulado. Expõe em todo o território nacional com muitas premiações. Participou de exposições na Europa: três em Portugal, Londres, Suíça  e Paris. Nos Estados Unidos em Las Vegas e New York. Tem quadros em museus. Participa de livros de Arte, nacionais e internacionais. Como escritora tem cinco livros publicados:  poema, infanto-juvenil, romance e crônicas. Em andamento o projeto de seus poemas musicados com gravação em CD.  Site da artista:  www.margotcarvalho.com 

Fonte: Saber Cultural 

RECEITA DO BLOG

ESPAGUETE COM LAGOSTA 

INGREDIENTES PARA 4 PORÇÕES 
·         1,5 kg de lagosta
·         600 g de espaguete cozido
·         100 g de tomate-cereja
·         50 g de échalote
·         50 g de cenoura
·         1,5 litro de caldo de crustáceos
·         5 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
·         1 alho; salsinha desidratada, aipo e conhaque a gosto

MODO DE PREPARO
1.Em uma panela, cozinhe as lagostas com as échalotes, as cenouras, o aipo e o alho, picado e salteado.
2.Borrife conhaque e adicione o caldo de crustáceo; cozinhe de 10 a 12 minutos.
3.Finalize o molho com salsa desidratada, tomatinho-cereja picado e azeite extravirgem.
4.Sirva com o espaguete. 

Fonte: Receitas do chef Alessandro Buffolino, do restaurante Acanto Piazza della Repubblica, 17, 20124 tel. +39 02 62301, Milão, Itália; principedisavoia.hotelsinmilan.it

CIRCULA NA INTERNET

MARIDO E MULHER ATÉ QUE A MORTE OS SEPARE

IMAGEM DO DIA

Uma bela imagem na nossa amada Mossoró-RN-Brasil.

PIADA DO BLOG

O PERIGO DE INVADIR A RESIDÊNCIA DO ALFREDÃO
O grande filósofo Alfredão conversando com o amigo Borjão diz:
- Borjão hoje às 03:30h da manhã, entrou um ladrão lá em casa... Eu estava no Dallas Grill e não presenciei o arrombamento, Kkkkkkkkk !!!
O Borjão diz:
-  Alfredão! Um ladrão entrou na sua casa e você dá risada!? E o que ele levou?
E o Alfredão dando aquela risadinha respondeu:
- Levou foi uma grande surra.... Minha mulher Rosiclea achou que era eu chegando...Kkkkkkk!!!.

TEXTO DO BLOG

CULTURA PUNITIVA SE ALASTRA
por Gaudêncio Torquato*

A cultura punitiva ganha corpo no país sob um pesado clima de denúncias, intenso bombardeio midiático, elevação de juízes e procuradores ao pódio de “salvadores da Pátria”, invasão de quadros que administram a justiça no campo dos encarregados de fazer as leis e, para coroar, uma paisagem de violência que se descortina nos centros e nas margens do território.
Os perversos efeitos dessa radiografia se fazem ver na quase nula credibilidade da esfera representativa, com visível extensão às instituições políticas, no desprestígio de governantes das três esferas federativas, e consequente desequilíbrio dos eixos de sustentação dos Três Poderes.
A ideia de que chegou o momento de colocar meio mundo na prisão – como forma de resgatar a base moral da política - se fortaleceu com a expansão da delação.
De instrumento excepcional, a ser usado de maneira pontual e voltado para desmontar redes de criminalidade, a delação tornou-se banal, negociada aqui, ali e alhures, adotada de maneira quase indiscriminada, abarcando um sem número de figurantes, cujo interesse em se livrar de elevadas penas acaba obrigando-os a “arrumar” provas e, por dificuldade de consegui-las, a esticar uma expressão acusativa que imprime  o tom das mídias.
Todos os dias, telespectadores se deparam com o verbo farto de delatores e áudios de gravações, muitas realizadas com o prévio fim de criminalizar A, B e C.
Delatores, participantes de teias de corrupção acabam indo para suas casas na companhia de uma tornozeleira eletrônica, reduzindo de maneira drástica o tamanho de sua penalidade.
Os delatados são presos ou aguardam a decisão da Justiça. A partir daí, criam-se dribles e jogadas para “administrar” as malhas de corrupção descobertas.
O jogo obedece a essas regras: primeiro, colhem-se as denúncias; segundo, os fios dos rolos da corrupção são desfiados e, pela tuba de ressonância da mídia, particularmente a televisiva, chegam aos mais distantes rincões; com a repetição diária, as mensagens ganham ares de verdade junto à opinião pública.
Novas emoções ocorrem com áudios bombásticos. Forma-se uma divisão entre céu, inferno e limbo.
O céu abriga os mocinhos; no inferno, queimam-se os bandidos; e no limbo, jogam-se aqueles que ficam à espera de salvação ou condenação.
Profissionais de investigação, buscas e apreensões se juntam a figuras do judiciário e são entronizados na galeria dos “heróis”; na outra banda, estão os bandidos, quase sempre reunindo políticos, empresários e burocratas.
BOMBEIRO MEDIÁTICO
As mídias massivas (rádios, TVs e meios impressos) são reforçadas pelas mídias especializadas (TVs do Judiciário e das casas congressuais). Não há figura que resista a bombardeio tão intenso. Nesse momento, outro fenômeno baliza comportamentos de atores da banda do Bem: o narcisismo.
No Estado-Espetáculo, protagonistas da política, do mundo do Direito e da Justiça, a par das classes artísticas, são atraídos pelo brilho e pelas luzes das mídias. Esforçam-se para aparecer. Intencionam transmitir a imagem de zeladores do Bem, administradores da Ordem, feitores da Justiça, salvadores da Pátria, perfis da Honra e da Dignidade.
Com tais vestimentas, ganharão o respeito e a admiração de grupos sociais. Visibilidade positiva é para eles o foguete de propulsão para subir aos céus da glória. Assim, meios impressos e eletrônicos equivalem ao espelho em que Narciso contempla sua beleza.
A política desce ao mais profundo poço da execração pública. Seus participantes não serão respeitados nem em festas religiosas, como a missa da padroeira, na Catedral de Aparecida do Norte, onde os poucos políticos que ali compareceram foram apupados. Dessa forma, as instituições políticas acabam recebendo respingos de lama e o desprezo com que imensas parcelas da população tratam a representação parlamentar.
Não há, inclusive, preocupação de separar o joio do trigo, a semente sadia da semente podre.
Situações embaraçosas se sucedem. Embalados no celofane da opinião pública, os magistrados da Alta Corte são levados a adentrar o terreno dos legisladores, interpretando a Lei Maior em aspectos que, segundo se constata, não lhes dizem respeito. (Pergunta recorrente: se o STF pode afastar um parlamentar, em tese poderá afastar 513 deputados e 81 senadores).
Com a decisão sobre Medidas Cautelares, na última quarta-feira, constata-se que metade do Supremo pensa assim. Aliás, nos últimos tempos a Corte Maior tem mais parecido uma instância criminal. A modelagem de equilíbrio (pesos e contrapesos) entre os Poderes, arquitetada pelo barão de Montesquieu, fenece.
NOVA TRÍADE
Uma nova Tríade do Poder se forma no país, formada pelo Ministério Público, Judiciário e Imprensa. Em relação à imprensa, a observação que se faz é sobre o processo de apuração de casos que chegam às redações. Manchetes retumbantes abrem o noticiário, com imenso peso dado ao lado acusatório e diminuto espaço à banda acusada.
Que aparece no espaço de poucas palavras negando os fatos. O argumento de que a imprensa tem de noticiar o que lhe chega às mãos não se sustenta sob o ideário da livre expressão com responsabilidade. A mídia precisa apurar todos os detalhes de uma denúncia, checar fontes, analisar e avaliar visões múltiplas e evitar a espetacularização dos acontecimentos.
O fato é que, sem apuração acurada, a imprensa acaba “condenando”, antes da Justiça, uns e outros. Eventual correção que se faz, por meio de duas ou três frases, não tem o peso de uma manchete bombástica e negativa.
O elemento final da equação que explica a extensão da cultura punitiva no país é a insegurança pública. A violência tem se expandido em dimensão geométrica, enquanto o aparato policial não cresce. Na maior metrópole do país, São Paulo, a criminalidade ganha índices aterradores. No Rio de Janeiro, idem. Nas capitais do Nordeste, os assaltos se multiplicam.
Nota de pé de página: e ainda há demagogos usando programa eleitoral para conclamar o eleitorado a votar no PT, a Salvação da Nação.

(*) Gaudêncio Torquato, jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação Twitter@gaudtorquato

INDICADORES DO BLOG

BOVESPA
O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou na quinta-feira (19) em queda de 0,4%, a 76.283,16 pontos. Na véspera, a Bolsa subiu 0,51%. As ações do Banco do Brasil (-0,67%), do Itaú Unibanco (-0,72%), do Bradesco (-0,41%) e da Petrobras (-0,66%) registraram baixa. Por outro lado, os papéis da mineradora Vale (+2,26%) e da Ambev (+0,23%) fecharam em alta. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa. 

COMMODITIES
UNIDADE
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Petróleo (Brent)
Barril
US$ 58,110
US$ 58,130
-0,39%
Ouro
Onça troy
US$ 1289,890
US$ 1290,030
+0,1%
Prata
Onça troy
US$ 17,230
US$ 17,330
+0,35%
Platina
Onça troy
US$ 924,000
US$ 925,500
+0,19%
Paládio
Onça troy
US$ 959,200
US$ 962,500
+0,06%

CÂMBIO
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Dólar com.
3,1747
3,1760
+0,34%
Dólar tur.
3,0400
3,3000
0,0%
Euro
3,7527
3,7548
+0,38%
Libra
4,1675
4,1698
-0,41%
Pesos arg.
0,1814
0,1816
-0,76%







INDICADORES
VALOR
ATUALIZAÇÃO
Salário Mínimo
R$ 937,00
2017
Global 40
+112,32%
19.Out.2017
TR
0,0%
19.Out.2017
CDI
+8,14%
19.Out.2017
SELIC
+8,25%
06.set.2017







INFLAÇÃO
ÍNDICE
MÊS
VALOR
IPCA
Set.17
+0,16%
IPC-Fipe
Set.17
+0,02%
IGP-M
Set.17
+0,47%
INPC
Set.17
-0,02%